(61) 2196-7841
CONFIRA ULTIMAS NOTÍCIAS DO

NOSSO BLOG

Profissionais da UPA receberam treinamento sobre Parada Cardiorrespiratória

Instruções constantes tem por objetivo capacitar os profissionais com as técnicas mais avançadas em saúde

O Instituto Saúde e Cidadania – ISAC promove frequentemente treinamentos com as técnicas hospitalares mais avançadas para os colaboradores. Na noite da última quinta-feira, 20, foi a vez da equipe de enfermagem da Unidade de Pronto Atendimento – UPA passar pelo treinamento sobre Parada Cardiorrespiratória (PCR).

A instrução foi ministrada pelos enfermeiros da Liga Araguainense do Trauma de Enfermagem – LATE, que abordaram a parada cardiorrespiratória, medicação, compressão/ventilação, qual o papel de cada profissional durante a parada e, caso aconteça na unidade, como todos devem proceder de forma sincronizada.

Iniciado na sala de reuniões, o treinamento logo passou para a sala vermelha da UPA, simulando uma situação real com um manequim de PCR.

Segundo a enfermeira Lucia Tamara Silva, tais treinamentos são necessários, pois ajudam a salvar vidas.

“A frequência de paradas cardiorrespiratórias na UPA é inconstante. Há semanas que não acontece nenhuma, mas tem semanas que aparecem cinco pacientes com esse quadro, então ter o treinamento faz toda a diferença”, explicou a enfermeira.

Instrutor do treinamento, Diego Alves de Medeiros é enfermeiro do Grupo de Resgate em Treinamento e Urgência. Toda a sua experiência foi compartilhada com os presentes.

“O colaborador precisa estar preparado para tudo. Quando um paciente chega na emergência com uma parada, é preciso ter uma equipe sincronizada para trazer esse paciente de volta, e foi exatamente esse o ponto do treinamento”, explicou Diego.

Estamos preparadas!

Para a técnica em enfermagem Paloma Sousa Silva, o treinamento agregou conhecimento profissional para todos os presentes. “Termino o dia sabendo um pouco mais do que sabia ontem, tudo o que aprendi hoje servirá para a minha vida profissional e engrandece o meu conhecimento”, disse Paloma.

“Foi um grande aprendizado, não só para nós da enfermagem, como para a equipe técnica também, porque a gente se depara demais com esse tipo de situação e precisamos saber como lidar. Estamos em uma área de urgência e emergência e a equipe tem que estar sempre preparada”, destacou a enfermeira Camila Almeida Barbosa.

Equipe ISAC

Autor

view all posts