(61) 2196-7841
CONFIRA ULTIMAS NOTÍCIAS DO

NOSSO BLOG

Dia da Mulher teve homenagem a colaboradoras e pacientes na UPA, HMA e AME

 

Coral composto por crianças e adultos homenageou as presentes

O quadro de colaboradores das unidades gerenciadas pelo Instituto Saúde e Cidadania – ISAC é dominado pelas profissionais femininas, por isso as equipes do Hospital Municipal de Araguaína – HMA, Ambulatório Municipal de Especialidades – AME e Unidade de Pronto Atendimento – UPA fizeram questão de homenageá-las no último dia 8.

O Coral Unicanto Araguaína, formado por 20 crianças e 10 adultos, cantaram a valorizaram as mulheres pela determinação, garra e empenho no trabalho, em casa e em toda a sociedade.

A ação ainda teve a entrega de cartõezinhos de agradecimento, declamação de poesias e um vídeo em homenagem às colaboradoras.

A diretora geral das unidades, Maria Dulcimary Fonseca, reforçou a importância da mulher, especialmente na área da saúde.

“A grande maioria dos nossos colaboradores são mulheres, então é mais do que merecido reforçar a importância que elas têm dentro da instituição, família e sociedade”, explicou a diretora.

Coral Unicanto Araguaína

Formado por crianças e adultos, o Coral Unicanto Araguaína, patrocinado pela Unimed Araguaína e Sicob Unicentro Brasileira, cantou e encantou as presentes.

O professor Fábio Júnior Milhomem agradeceu o convite para participar de um momento tão especial.

“Para nós do Coral Unicanto é uma alegria estar presente nos eventos que se referem à saúde, porque sem saúde a nossa vida não é feliz, não é completa. O Dia da Mulher é especial, pois ela é sinônimo de amor, de bem-estar”, destacou o professor Fábio.

Uma prova de sensibilidade

A analista de RH do ISAC, Elizangela Rocha, recitou um poema que homenageou todas as mulheres. “Eu me sinto bem ao falar de sentimento, do que a gente sente, é gratificante homenagear nós mulheres, que somos guerreiras”, disse.

A doméstica Josefa da Silva aguardava atendimento na UPA e se emocionou com as músicas.

“Eu fico feliz em ver que se lembram de mim. As músicas quase me fizeram chorar, porque sei que as crianças também estavam cantando para mim, foi tudo de bom”, destacou.

 

 

Equipe ISAC

Autor

view all posts