(61) 2196-7841
CONFIRA ULTIMAS NOTÍCIAS DO

NOSSO BLOG

Acidentes com material biológico e risco de contaminação de DSTs foram temas de palestra no HMA

Além de informar, o encontro teve a intenção de transformar os colaboradores em agentes multiplicadores do conhecimento

O Instituto Saúde e Cidadania – ISAC mobilizou seus colaboradores, no último dia 14, para uma troca de conhecimentos sobre os acidentes com material biológico e os riscos que envolvem uma soroconversão com HIV, Hepatite B e C. O público alvo foram os colaboradores do Hospital Municipal de Araguaína – HMA.

Ministrada pelos enfermeiros Adelmo Barbosa e Thalita Costa, da Unidade de Doenças Infectoparasiárias – UDIP e Serviço de Assistência Especializada – SAE da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH, a instrução teve como objetivo sensibilizar os profissionais em saúde sobre os riscos da infecção decorrente do manuseio incorreto e descuidado dos materiais.

Síntia Barros, analista do Núcleo de Educação Permanente em Saúde – NEPS, explicou que o assunto é envolto em tabus. “Por isso que é extremamente importante falar e conscientizar as pessoas sobre a prevenção, riscos e testagem. Agradeço a parceria HDT/UFT, que está sempre disposto a ceder seus colaboradores para transmitir o conhecimento à nossa equipe”, disse.

A palestra

Foram abordados o fluxo, tipos de profilaxia que são feitos, a conduta para o caso de vir a acontecer algum acidente com algum colaborador e o protocolo a ser seguido caso ocorra um acidente.

O palestrante Adelmo destacou a importância de se manter atento às regras de segurança. “O colaborador precisa trajar todo o EPI e não descuidar da segurança durante o tempo de trabalho, mas caso haja um acidente mesmo assim, ele vai saber o que precisa fazer para minimizar o risco de contrair alguma doença”, concluiu.

A facilitadora Thalita explicou que outro objetivo da palestra foi a da multiplicação da informação. “A partir do momento que o colaborador compartilha com seus colegas tudo que aprendeu durante a instrução, menores são as chances da contaminação devido a um acidente”, disse.

O veredito dos colaboradores

Para a técnica em Enfermagem Valdiléia Ferreira da Silva, o conhecimento é a chave para evitar acidentes. “Realizando todos os procedimentos de forma correta, dificilmente teremos que passar por uma situação pós acidente, mesmo assim, teremos o conhecimento sobre o que fazer para evitar o contágio com doenças provenientes dos pacientes”, declarou.

Alaíne Lacerda de Oliveira, enfermeira, enfatizou a importância da palestra para os colaboradores presentes. “Uma vez tendo conhecimento sobre como funciona todo o fluxo, como deve ser o processo, a gente pode orientar melhor o nosso colaborador após um acidente com material biológico, para que ele possa ser atendido dentro do prazo que é estipulado como correto para melhor segurança dele dentro da unidade”, finalizou.

O Instituto Saúde e Cidadania – ISAC mobilizou seus colaboradores, no último dia 14, para uma troca de conhecimentos sobre os acidentes com material biológico e os riscos que envolvem uma soroconversão com HIV, Hepatite B e C. O público alvo foram os colaboradores do Hospital Municipal de Araguaína – HMA e da Unidade de Pronto Atendimento Anatólio Dias Carneiro – UPA 24 horas.

Equipe ISAC

Autor

view all posts